A Curricularização da Extensão no Instituto Federal do Rio Grande do Sul

um breve relato

Resumo

Resumo: Em conjunto com o ensino e a pesquisa, a extensão integra a tríade de atividades acadêmicas destinadas ao cumprimento da função educacional e social nas universidades e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. O Plano Nacional de Educação (2002-2012) em sua meta 12 preconiza assegurar, no mínimo, dez por cento do total de créditos curriculares exigidos para a graduação em programas e projetos de extensão universitária, o que desencadeou a reformulação dos Projetos Político Pedagógicos (PPC) nas diferentes instituições brasileiras. Neste contexto, o presente artigo tem por objetivo fomentar a discussão acerca do processo de implantação da curricularização da extensão no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Mesmo diante dos desafios encontrados, entendemos que a metodologia utilizada mostrou ser capaz auxiliar no desenvolvimento e na implantação da curricularização da extensão desde as etapas iniciais de sensibilização até sua efetiva implementação.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre em Educação - UNISINOS

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências - UFRGS

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação em Ciências - UFRGS

 

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação em Ciências - UFRGS

Bolsista PNPD do Programa de Pós Graduação em Educação em Ciência na Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Orientadora 

Publicado
2023-03-27
Como Citar
TOIGO TRENTIN, Daiane; PESSINI, Magali Ines; CALABRÓ, Luciana. A Curricularização da Extensão no Instituto Federal do Rio Grande do Sul. Revista Interdisciplinar Animus, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 1 - 16, mar. 2023. ISSN 2448-0665. Disponível em: <https://animus.plc.ifmt.edu.br/index.php/v1/article/view/66>. Acesso em: 25 july 2024.